Cliente Confiatta Consultoria e Gestão: contadora Leilane Trovatto é a nova Secretária de Finanças da Prefeitura de Águas de São Pedro

Para a Secretária de Finanças: “Grupo Confiatta foi fundamental no suporte do planejamento estratégico do setor”

A contadora Leilane Trovatto, 32 anos, é a nova Secretária de Finanças da Prefeitura de Águas de São Pedro. A nomeação foi oficializada por meio da portaria nº 092 de 17 de abril de 2018, publicada pelo prefeito Paulo Sergio Barboza de Lima. Há três anos, por meio do módulo de Consultoria e Gestão, o Grupo Confiatta atende a Prefeitura água-pedrense, acompanhando de perto os processos relativos à contabilidade e defesa junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP). A cidade, localizada a cerca de 180 quilômetros de distância da capital paulista, tem o turismo como principal carro-chefe da economia, sendo considerada pelo Governo do Estado uma “Estância Hidromineral”, título compartilhado com apenas mais 10 Municípios.

Leilane afirma que a nova fase é um grande desafio: “Trabalhar na área governamental é como cursar uma nova graduação. Sou formada em ciências contábeis e atuei na iniciativa privada durante sete anos. Com esta experiência, posso afirmar que este é um mundo à parte. Diferente de uma empresa, prestamos contas a diversos sistemas, como os requerimentos dos Vereadores da Câmara Municipal, as informações submetidas ao Tribunal de Contas, a própria imprensa e tantos outros”, diz a Secretária que já trabalhava como auxiliar na pasta antes de ser promovida. “Foram anos de estudo e aplicação na prática a fim de entender como funciona o sistema da máquina pública. Durante este processo, tive total apoio do Grupo Confiatta, que foi fundamental no suporte do planejamento estratégico do setor”, completa.

Ela também destaca o trabalho em equipe presente em todos os Departamentos da Secretaria de Finanças: Contabilidade, Compras e Licitação, Tesouraria, Receita e Almoxarifado: “especificamente com o trabalho de consultoria do Grupo Confiatta, as servidoras que estiveram envolvidas diretamente na questão foram a Karina, Larissa e Rosa, todas extremamente competentes e aptas em desempenhar suas funções com eficiência. Não posso deixar de agradecer toda a paciência do time Confiatta, representado pelos técnicos Lucas, Mariane, Jéssica, Fabio e cada colaborador que sempre nos atendeu com muita atenção, passando valiosos conhecimentos que refletem hoje no sucesso de nossas atividades. Tivemos auxílio na capacitação em elaborar as peças orçamentárias, entender o mínimo constitucional, análise e desenvolvimento de balanços, as exigências das audiências públicas da saúde, educação, finanças, enfim: todas as demais dúvidas pertinentes atendidas por eles”, conta Leilane.

O contador e Coordenador da Consultoria em Contabilidade, Lucas Maia, reconhece a dedicação de Leilane durante a prestação do serviço de consultoria: “Desde o início, ela e toda a equipe estavam abertas a aprender e isso é um grande diferencial. Entender o sistema contábil dentro de Prefeituras, Câmaras e autarquias é complexo até mesmo para quem já atua na área. Neste sentido, percebemos que a Leilane realmente se esforçou para desempenhar suas funções com excelência e o grande reconhecimento é a sua nomeação como Secretária de Finanças. Ficamos muito contentes com a notícia e continuaremos os atendimentos no que for necessário para uma gestão responsável e transparente”, afirma Lucas.

Águas de São Pedro tem suporte do Grupo Confiatta em Consultoria e Gestão desde 2015, quando o contrato foi firmado após vencer o processo licitatório.  O serviço prestado em diversas Prefeituras, Câmaras e autarquias em todo o Estado paulista. Para saber mais, envie uma mensagem para o e-mail: contato@confiatta.com.br

Prefeituras: prazo para entrega da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) encerra em Abril

Atenção Prefeitos, Secretários de Finanças e Planejamento: a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de seu município já está finalizada? Estamos no início do primeiro quadrimestre do ano. O prazo base para protocolar o projeto de lei da LDO para o exercício de 2019 junto ao Poder Legislativo encerra no dia 30 de Abril, uma segunda-feira. Nele devem constar os anexos “ – Descrição dos Programas Governamentais/ Metas/ Custos para o exercício”, “VI – Unidades executoras e ações voltadas ao desenvolvimento do programa governamental” e anexo de Riscos e Metas Fiscais. Vale ressaltar que esta data pode variar mediante a Lei Orgânica de cada cidade, conforme as diretrizes gerais pautadas na Lei Federal n.º 4.320 de 17 de março de 1964 e na Lei Complementar Federal n.º 101 de 4 de maio de 2000 – Lei de Responsabilidade na Gestão Fiscal.

A especialista em contabilidade e economista do Grupo Confiatta, Jéssica Harumi, fala sobre a importância do alinhamento da gestão junto à estrutura do sistema orçamentário no Brasil: “sabemos que o planejamento do orçamento estabelece as ações prioritárias das administrações públicas. A própria Constituição Federal de 1988, em seu artigo 165, regulamenta parâmetros do modelo orçamentário que consiste em três documentos: Plano Plurianual (PPA) que elenca as metas para o quadriênio; a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que demonstra as prioridades anuais, indicando também o uso de possíveis reservas de contingência; e a Lei Orçamentária Anual (LOA), que aponta quais recursos serão utilizados para alcançar as metas da LDO”, explica.

O Grupo Confiatta presta consultoria para a elaboração da LDO junto à Secretaria de Finanças, Secretaria de Planejamento ou departamento responsável pela contabilidade do Município. Somente neste ano foram diversas Prefeituras assessoradas para a elaboração da LDO, uma das diretrizes orçamentárias mais significativas para a administração do dinheiro público. “Na LDO devem constar as metas e prioridades para o exercício subsequente. Por isso, a nossa orientação é que os gestores públicos encarem estes documentos como uma ferramenta estratégica e não somente como um cumprimento protocolar”, lembra Jéssica.

Neste sentido, a participação da população no entendimento e envolvimento na elaboração da LDO é indispensável: “Além da orientação no sentido de que as gestões públicas sigam fielmente o que está prescrito nas Leis pertinentes, nossa consultoria, durante todo o processo, aponta tópicos para a apresentação adequada nas Audiências Públicas, divulgando de um modo entendível e claro todos os números de receitas, despesas, dívida e outros itens, já em atendimento à transparência ”, finaliza Jéssica. Após a entrega, a Câmara de Vereadores tem até final de Julho para concluir a votação em sessão oficial, não podendo o Legislativo sair em recesso sem a aprovação da LDO, de acordo com o regimento interno.